A extinção silenciosa da humanidade

PulitzerSíriaOB-XB590_0415pu_J_20130415153147OB-XB591_0415pu_J_20130415153256

A população global alcança em tempos atuais mais de sete bilhões de seres humanos, e o número só tende a crescer no decorrer das próximas décadas, então, por que falar em extinção da humanidade?
É fácil.
Apesar de estarmos em ascensão, nossos recursos tendem a serem explorados de forma grotesca, sem a devida atenção, sem a recomposição. Estamos quebrando com a capacidade da mãe-natureza se regenerar, e isto é verídico ao ver as grandes feridas abertas nas principais florestas do mundo. Quando vemos imagens do grande lixão do Pacífico. Ou mesmo, quando recorremos aos conflitos do mundo árabe, latino ou asiático.
O mundo está se extinguindo, e não espera por quedas de meteoros, por explosões de Supernovas, por qualquer previsão catastrófica de povos que já se extinguiram, antes disso, nós mesmos nos mataremos.

(as imagens correspondem ao ano de 2012, em Aleppo, na Síria)

A extinção silenciosa da humanidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s